Fundamentos Teóricos

Compreendendo a perspectiva filosófica, teórico-conceitual que fundamenta o PPP da Escola, valoriza-se aspectos relacionados à sua diversidade. Criar critérios para o planejamento e a avaliação, numa perspectiva construtiva, formativa e propositiva, das ações realizadas pela escola, para tornar o PPP, cada vez mais ponto de referência dinamizadora do processo educativo. Tal processo deve ser flexível para atender as necessidades que surgem, ofertando, especificamente nessa Instituição Educacional, a Educação Básica nos níveis Fundamental I, II, Médio e Médio Profissionalizante, este último a ser implantado.

De acordo com a maturidade de cada nível de Ensino, a escola prepara-se para desenvolver um processo educativo que contemple a formação integral do aluno e sua consciência ética, estética e cidadã. O trabalho pedagógico desenvolvido parte da compreensão de que o aluno é o sujeito do processo ensino aprendizagem e o professor é o facilitador. Assim, dentro das diversas áreas de conhecimento, são estruturadas situações e potencializadas as experiências vivenciadas pelos alunos, objetivando a construção de conhecimentos e saberes que permitam, a compreensão e transformação da sociedade atual.

A aquisição do conhecimento é entendida como um processo de construção contínua do ser humano em sua relação com o meio. Organismo e meio exercem ação recíproca, em que o ser humano cresce num ambiente social e a interação com outras pessoas é fundamental para o seu desenvolvimento. Assim, sem contato humano não se consegue ser humano de fato; o homem só pode ser homem se viver em sociedade. Vygotsky (2009) afirma que, ao mesmo tempo em que o ser humano transforma o seu meio para atender suas necessidades básicas, transforma-se a si mesmo.

A aprendizagem deve ser significativa, portanto aprender possui um caráter dinâmico que exige ações de ensino direcionadas para que os alunos aprofundem e ampliem os significados elaborados mediante sua participação ativa em todo o processo de ensino e aprendizagem.

O trabalho é conduzido para garantir ao aluno o conhecimento contextualizado e sistematizado dos conteúdos, no sentido de que adquiram significância e vinculação com as experiências de vida. Os conteúdos englobam, além de teorias, um conjunto de atitudes, formas de agir, não apenas um conjunto de informações específicas e isoladas. Com essa compreensão, as habilidades e atitudes são necessárias para criação e formulação de conceitos, procedimentos, saberes e aprendizagens, numa perspectiva interdisciplinar e contextualizada.

As metodologias selecionadas para o desenvolvimento da atuação pedagógica objetivam desenvolver de forma coletiva o planejamento e as práticas pedagógicas de modo a atender as necessidades e interesses dos alunos das diferentes faixas etárias: crianças, adolescentes e jovens, para que construam seus conhecimentos, habilidades, competências, valores e saberes indispensáveis ao exercício pleno de sua cidadania, para que, de forma responsável e competente, contribuam para uma sociedade democrática e igualitária e, no plano individual, preparem-se para entrar de forma competitiva no mundo do trabalho.

Nessa conjuntura, compreender e transformar saberes científicos numa dimensão social, reflexiva, utilitária e construtiva, norteia o pensar dessas instituições educacionais. Assim sendo, as Escolas oferecem uma formação humana e aprendizagens do conhecimento científico, através de vivências pedagógicas integradas. As práticas em sala de aula são organizadas de modo a garantir aos alunos acesso aos saberes científicos, de forma interdisciplinar, evitando sua fragmentação ou hierarquização.

No sentido de efetivar essa prática, é necessária a utilização de metodologias ativas caracterizadas pela participação do aluno em seu processo de aprender. Destacando-se estratégias como: Projetos, Temas Geradores, Aprendizagens por Competências e Habilidades, Círculos de Debates, Seminários, Estudos de Casos e Soluções de Problemas, Trabalhos em Grupos, Aulas de Campo, Viagens de Estudo, Aulas Integradas com utilização de ferramentas computacionais, entre outros.

Para isso, a Escola oferece ambientes diversificados de aprendizagem como: Bibliotecas, Laboratórios de Física, Química, Biologia e Informática, Espaço Cultural Nísia Floresta, Escotismo, Trilha ecológica, Anfiteatro, Ginásios e Parques Desportivos, Centro de Convivência Clara Camarão, entre outros espaços disponibilizados.

Dessa forma, os recursos pedagógicos, como tecnologias da informação e da comunicação, atividades culturais, artísticas, literárias, cívicas e desportivas, dimensionam o processo de ensino para além do conhecimento científico. E consequentemente estão incorporados ao planejamento dos docentes, em todas as suas atividades realizadas com os estudantes.

Voltar

Redes Sociais

Escola Doméstica Avenida Hermes da Fonseca, 789. Tirol, 59015-001 - (84) 3215-2900

Henrique Castriciano Rua Prefeita Eliane Barros, 2000. Tirol, 59014-540 - (84) 3215-2916